domingo, 21 de abril de 2013

Sem dramas na mente, sem dramas na vida


Procure não exagerar o tamanho dos problemas que o afligem, para que não se sinta pequeno demais diante deles. Quem dramatiza as próprias dores não pode esperar outra coisa senão tragédias e decepções.

Não fale tanto dos seus problemas aos outros, converse sobre eles apenas o mínimo necessário e com pessoas da sua intimidade. Não se esqueça de que Deus criou o mundo pela força da palavra, e isso também vale para nós.

Você é quem compõe o enredo do filme da sua vida. Se não está gostando do que vê, mude de cena, mudando a sua atitude. Tudo está em você.

Deixe de procurar responsáveis por aquilo que lhe ocorre de ruim. Pare de ser vítima e reconheça que o destino está em suas mãos. É você quem atraiu as experiências e as pessoas que cruzaram seu caminho com seu modo de pensar, falar, sentir e fazer.

Quando você muda interiormente para o bem, toda a sua energia se torna positiva no mesmo instante. Você poderá ir à missa, participar do centro espírita, frequentar o culto protestante, mas se não for bom por dentro o bem não o alcançará por fora.

A verdadeira religião não é o que você faz durante uma hora por semana quando está no templo da sua fé. É o que você faz de bom nas vinte e quatro horas de cada dia.

Não estrague a saúde com preocupações excessivas. Se analisar bem, você reconhecerá que jamais haverá motivo para preocupações, pois se tem um problema pendente, resolva-o logo em vez de se preocupar. Milhares de pessoas mergulham em profundo desequilíbrio emocional justamente porque desejam solucionar questões que somente o tempo será capaz de equacionar.

Enquanto você se queixa, o tempo passa, os problemas se avolumam e suas mãos estão desocupadas. Não há dificuldade que o trabalho e o tempo não resolvam.
**************************

José Carlos De Lucca
Da obra: Força Espiritual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.