sexta-feira, 21 de julho de 2017

QUEM NÃO PERDOA



Quem não perdoa:

- coloca-se na posição de quem sequer admite a possibilidade de errar;

- não se nivela aos outros pelas fragilidades humanas que revelam;

- jamais considera a hipótese de, um dia, vir a necessitar da compreensão de alguém;

- não entende o sentimento de amor por doação incondicional de si mesmo;

- como quem se crê na posse de toda a razão, arvora-se no direito de lavrar sentenças condenatórias definitivas...

Quem não perdoa, enfim, proclama, sem palavras, que Deus se equivocou, porque o seu lugar de viver seria entre os anjos, no Céu, e não entre os homens, na Terra.

Irmão José  
 Carlos Baccelli  
 "Pai, Perdoa-lhes!"
 

 
 MENSAGEM DO ESE:
Sacrifício da própria vida (II)

– Se um homem se expõe a um perigo iminente para salvar a vida a um de seus semelhantes, sabendo de antemão que sucumbirá, pode o seu ato ser considerado suicídio?
Desde que no ato não entre a intenção de buscar a morte, não há suicídio e, sim, apenas, devotamento e abnegação, embora também haja a certeza de que morrera. Mas, quem pode ter essa certeza? Quem poderá dizer que a Providência não reserva um inesperado meio de salvação para o momento mais crítico? Não poderia ela salvar mesmo aquele que se achasse diante da boca de um canhão? Pode muitas vezes dar-se que ela queira levar ao extremo limite a prova da resignação e, nesse caso, uma circunstância inopinada desvia o golpe fatal. — São Luís. (Paris, 1860.)
 
(Fonte: O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. V, item 30.)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.