terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Quietude Interior


No tumulto que toma conta do mundo e das pessoas, reserva-te alguns momentos de silêncio, que se transformem em quietude interior.
  
A agitação, a balbúrdia, o falatório, desarmonizam os centros emocionais do equilíbrio.

Cala mais do que fala.
Reflexiona antes de expender a tua opinião.
Ouve a zoada e alija-te do burburinho, preservando-te em paz.

Este comportamento é salutar para todos os momentos da tua vida.
 ****************
Joanna de Ângelis






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.